Espiritismo

O que é o Espiritismo

O Espiritismo é a doutrina revelada pelos Espíritos Superiores, através de médiuns, e organizada (codificada), no século XIX, por um educador francês, Allan Kardec.

O Espiritismo é, ao mesmo tempo, filosofia, ciência e religião.

Filosofia, porque dá uma interpretação da vida, respondendo a questões como “de onde vim”, “o que faço no mundo”, “para onde irei depois da morte”.

Ciência, porque estuda, à luz da razão e dentro de critérios científicos, os fenómenos mediúnicos, isto é, fenómenos provocados pelos Espíritos e que não passam de factos perfeitamente explicáveis dentro das leis da natureza.

Religião, porque tem como objetivo a transformação moral do homem, revivendo os ensinamentos de Jesus Cristo, na sua verdadeira expressão de simplicidade, pureza e amor.

Quais são os princípios básicos do Espiritismo?

A existência de Deus que é o Criador, causa primária de todas as coisas. Inteligência Suprema.

A imortalidade da alma ou espírito.

Os Espíritos são os seres inteligentes do Universo, criados por Deus para evoluirem incessantemente até alcançarem a perfeição e a absoluta felicidade. Como Espíritos, já existíamos antes do nascimento e continuaremos a existir depois da morte do corpo.

A reencarnação.

Criados simples e sem nenhum conhecimento, os Espíritos progridem gradualmente através de experiências das quais resultam múltiplas aprendizagens.
O progresso do espírito realiza-se quer no domínio intelectual, quer no campo moral.

Deus, na Sua sabedoria, concede-nos o esquecimento do passado em cada reencarnação, para que esta possa ser efetivamente uma oportunidade de recomeçar, nomeadamente de retificar erros e recompor desencontros, para que nos identifiquemos cada vez mais com as Leis Divinas que são leis de Amor.

A comunicabilidade dos Espíritos.

Os Espíritos não são mais do que as almas dos homens desencarnados que, como tal, guardam as suas características individuais, qualidades e defeitos. Através dos médiuns, os Espíritos podem comunicar-se com os homens, se desejarem e lhes for permitido.

A pluralidade dos mundos habitados.

Os diferentes mundos, disseminados pelo espaço infinito, constituem as inúmeras moradas dos Espíritos que neles encarnam. As condições desses mundos diferem de acordo com o grau de adiantamento ou de inferioridade dos seus habitantes.

Como é que o Espiritismo interpreta o Céu e o Inferno?

Não há Céu nem Inferno. Existem, sim, estados de alma que podem ser descritos como celestiais ou infernais. Não existem, também, nem anjos, nem demónios, mas apenas Espíritos superiores e Espíritos inferiores, isto é, Espíritos mais ou menos evoluídos.

Deus não se esquece de nenhum de seus filhos, deixando a cada um o mérito das suas obras. Somente desta forma podemos entender a Suprema Justiça Divina.

Porque é que o Espiritismo realça a caridade?

Porque fora dos preceitos da verdadeira caridade, o espírito não poderá atingir a perfeição à qual está destinado. Tendo a caridade por norma, todos os homens são irmãos e independentemente da forma pela qual adorem o Criador, todos estendem mutuamente as mãos, entendem-se e ajudam-se.

Porquê a fé raciocinada?

A fé sem raciocínio não passa de uma crendice ou mesmo de uma superstição.
Antes de aceitarmos alguma coisa como verdade, devemos analisá-la bem. “Fé inabalável é aquela que pode encarar a razão, face a face, em todas as épocas da humanidade.” – Allan Kardec.

Como pode conhecer o Espiritismo?

Começando pela leitura das obras de Allan Kardec:

O LIVRO DOS ESPÍRITOS

O livro básico da Doutrina Espírita.

Contém os princípios do Espiritismo sobre a imortalidade da alma, a natureza dos Espíritos e as suas relações com os homens, as leis morais, a vida futura e o porvir da humanidade.

O LIVRO DOS MÉDIUNS

Reúne as explicações sobre todos os géneros de manifestações mediúnicas, os meios de comunicação e relação com os Espíritos, a educação da mediunidade e as dificuldades que eventualmente possam surgir na sua prática.

O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO

É o livro dedicado à explicação das máximas de Jesus, de acordo com o Espiritismo e a sua aplicação às diversas situações da vida.

O CÉU E O INFERNO

Ou “A Justiça Divina Segundo o Espiritismo”.

Oferece o exame comparado das doutrinas sobre a passagem da vida corporal à vida espiritual. Coloca ao alcance de todos o conhecimento do mecanismo pelo qual se processa a Justiça Divina.

A GÉNESE

Desenvolve o aspecto científico da Doutrina, analisando a origem do planeta Terra. Analisa os milagres e as predições segundo o Espiritismo.